26 novembro, 2007

Interfaces do amor

Amor é encontro.
É abraço forte
e caloroso.
É um beijo dado no rosto,
na boca, no pescoço...
Amar é olhar para ad-mirar
sorrir ao enxergar o que vê.
Amor nem precisa ser dito
É sentido
visão
audição
tato
paladar
olfato
intuição.

Inspiração durante estudo de Paulo Freire

22 novembro, 2007

- Porque ele não levanta a tampa do vaso?

Entro correndo pela porta da sala
já abrindo a roupa de baixo
soltando tudo em cima da mesa
acendo a luz do banheiro
sento sobre a tampa do vaso
com o desejo imenso de aliviar a pressão da bexiga,
quando...
- putaquepariu!!!!
                             Sinto as gotas de urina do meu querido marido tocar a minha pele.


*Recém-casada, 2007.

18 setembro, 2007

Quase 30

26 anos!
Quase formada.
Ainda sem filhos.
Ainda sem dinheiro.
Ainda sem sucesso.
.....
26 anos
Já saí de casa.
Casada.
Amando mais e mais amada.

.....
26 anos
Ainda não conheci a Europa.
Não tenho casa própria.
Nem carro.
.....
26 anos
E ainda sonho pacas!
Graças a Deus!
.....
Aos 26 anos
Ouço Sade
Chicas
Vanessa da Mata
Chet Baker.

Danço Iann Tiersen
Bjork
Reggae
Severo e Milton Paulo

Leio Terezinha Nóbrega
Gabriel Garcia Marques
Nietzsche e Zíbia Gaspareto

Aos 26 anos
Sou tia
Paparico Maria Clara
Me preocupo com dinheiro
Acordo cedo
Penso em mestrado.

Aos 26 anos:
Entro em pânico quando penso nos 30!

Com quase trinta...
Planejo filhos.
Saio menos com os amigos.
Ouço mais meus pais.

Com quase trinta...
Penso em casa própria.
Na vida após a morte.
Na velhice.
Em aposentadoria.

Com quase trinta...
Repenso erros cometidos.
Relembro a adolescência.
Refaço alguns caminhos.

Com quase trinta já sei o que não quero!

Adoro cozinhar
Namorar
Ler
Conversar
E principalmente Ouvir musica!


Com 26 anos.
quase trinta...
Sou muito feliz!

Foto: By Dan Prazeres

16 agosto, 2007

É uma mania...

Ler para dormir. Senão não durmo.
Seja gibi, passa-tempo, revistas, livros de contos, poemas ou romance.
Nada que exija de mim muito esforço mental.
A leitura é para distrair e fazer dormir.
Se eu não leio, fico pensando em mil coisas...
Aí não durmo mesmo!

Há três meses estou nos romances. Termino um encabeçando outro.

Às vésperas do casamento comecei um que me chamou atenção pelo título.
Um amor de verdade, de Zibia Gaspareto, que é um livro espírita.
Trata do amor e dos sentimentos que vem junto com ele:
Amizade, dedicação, traição, mágoas... Perdão.
Foi uma terapia gostosa de fazer.
Mas fiquei tendo uns sonhos ... assim... meio estranhos.
Tipo encontros espirituais?!
Foi uma viagem interessante!
Até agora não sei se eram reais ou frutos da leitura noturna.
Mas foi bom acertar uns ponteiros comigo mesma.

Depois veio Vidas Marcadas de Rachel Lee.
Caracas que livro chato!
Foram 304 páginas sofridas.
Não conseguia desistir no meio do caminho.
Talvez seja pela descrição dos encontros amorosos...
Eram tão excitantes!!!!
Os personagens principais eram cheios de culpas
De mágoas
De arrependimentos!!
Urgh!
Era sacal. Sentia vontade de encher de porrada todos eles.
Nan!

Agora estou com Gabriel Garcia Marques.
Em Macondo, com Úrsula, e sua família cheia de histórias.
Tem o marido dela também: José Arcádio Buendía.
Mas ela é mais interessante!
- Gente,
Eu não consigo dormir!
Meus olhos ficam vermelhos, ardem, coçam
Escuto o corpo dizendo
- Apaga essa luz e rumbora dormir, menina!
E nada!!!
Ontem deu 3 horas da manha e eu lendo.
É inédito. Por que a idéia é ler pra dormir.
E sempre deu certo
Lia algumas páginas e apagava.
Mas com Cem anos de Solidão está sendo difícil
E a maluquice é que eu estou querendo voltar para o início, antes de chegar ao fim!
Sendo que já Estou na página 143 das 256.
É que o Gabriel está agora contando a história dos netos, bisnetos e tataranetos da Úrsula e eu não tô gostando muito. Preferia a dos filhos. E são tantos detalhes.
Tantas histórias dentro de uma que não sei se será bom passar logo para as próximas gerações.

12 maio, 2007

O que faz você feliz?

"A lua, a praia, o mar.
Uma rua, passear.
Um doce, uma dança.
Um beijo ou goiabada com queijo?
Afinal, o que faz você feliz?
Chocolate, paixão
Dormir cedo, acordar tarde
Arroz com feijão, matar a saudade
O aumento, a casa, o carro que você sempre quis
Ou são os sonhos que te fazem feliz.
Dormir na rede, matar a sede
Ler ou viver um romance

O que faz você feliz?
Um lápis, uma letra, uma conversa boa
Um cafuné, café com leite, rir a toa
Um pássaro, um parque, um chafariz
Ou será o choro que te faz feliz?
A pausa para pensar
Sentir o vento
Esquecer o tempo
O céu
O sol
Um som
A pessoa
Um lugar.

Agora me diz o que faz você feliz!?"

Me leva pra sempre, Beatriz...

Olha
Será que ela é moça
Será que ela é triste
Será que é o contrário
Será que é pintura
O rosto da atriz
...
Se ela dança no sétimo céu
Se ela acredita que é outro país
E se ela só decora o seu papel
E se eu pudesse entrar na sua vida
...
Sim, me leva pra sempre, Beatriz
Me ensina a não andar com os pés no chão
Para sempre é sempre por um triz
Aí, diz quantos desastres tem na minha mão
Diz se é perigoso a gente ser feliz
...
Olha
Será que é uma estrela
Será que é mentira
Será que é comédia
Será que é divina
A vida da atriz
Se ela um dia despencar do céu
E se os pagantes exigirem bis
E se o arcanjo passar o chapéu

Ouçam Beatriz -Composição: Edu Lobo/Chico Buarque - Cantada por Ana Carolina

25 abril, 2007

Júlia

Fala sério... que olhar é esse???
Menina geniosa, divertida, bom papo, irrevente...
adora dançar!
e eu adoro fazer a festa com ela
é minha sobrinha torta
minha daminha
minha jujuba

depois de toda brincadeira ela diz:
- de novo, tia carol!!!!
e esse "de novo" não termina nunca
se depender dela: é
para sempre

Vai fazer três aninhos e já conta os numeros até em japonês
brinca de massinha
pinta todas as cadeiras e depois ri alto do que fez

chama vó de vovó
mãe de mainha
e todo mundo pelo nome!

Quando eu chego com a máquina ela já faz pose
- tira foto, tia carol!

aiaiaiai
é linda demais

te amo, nêga